Saude sexual no casal

Informações confiáveis de saúde na Internet- Portal direcionado ao público em geral que tem por objetivo a informação, divulgação e educação sobre temas de saúde com mais de 750 artigos escritos exclusivamente por mais de 30 especialistas. Inicialmente, eu queria explorar assunto porque notei uma mudança na maneira como meus amigos heterossexuais falavam sobre sexo — e a frequência com que faziam também. Descobri que os homens tendem a produzir menos testosterona depois dos 30, que em casos extremos pode levar a queda do impulso sexual ou até disfunção erétil. Claro, há mais fatores que determinam por que a testosterona dos homens pode diminuir depois dos 30 — como estilo de vida, peso ou saúde mental — mas considerando que somos uma geração de eternas crianças adultas , fiquei imaginando se um declínio do impulso sexual é um problema agora que estamos envelhecendo, e como estamos lidando com isso. E se isso é uma coisa biológica ou há outros fatores sociológicos envolvidos.

Sempre devemos observar se há alguma causa orgânica determinando a baixa do desejo ou a aversão, como, por exemplo, os desequilíbrios hormonais, os nódulos, infecções nos genitais ou uso de algumas medicações que têm, como efeito colateral, a diminuição do apetite sexual.

Quando a libido diminui, os homens têm menos pensamentos sexuais, interesses e fantasias e eles se envolvem em atividades sexuais com menos frequência. Mesmo a estimulação sexual por imagens, palavras ou toque podem falhar em causar interesse. Homens com libido baixa muitas vezes mantêm a capacidade para a função sexual e às vezes podem continuar a empenhar-se na atividade sexual para satisfazer sua parceira.porque abaixa a testosterona









Entre tantos sinais e sintomas da DAEM, um dos maiores é a ausência de ereções espontâneas pela manhã. Como a produção de espermatozoides é controlada pela testosterona, a infertilidade também pode ser um dos sinais. Naqueles que apresentam maior produção de glóbulos vermelhos (hemácias), a anemia pode ser um indício.

Primeiro é preciso procurar um médico de confiança, não vá diretamente a uma clínica especializada, que pode ser muito cara e desnecessária se você não conhece a causa do problema. Seu médico deve descobrir que está gerando a falta de libido depois de examiná-lo, conversar com você e fazer alguns estudos.

Esse é sintoma mais específico para desconfiar de baixos níveis de testosterona no organismo. "Inclusive, pode ser possível perceber uma perda da potência sexual, ou mesmo uma disfunção erétil ", explica a endocrinologista Ruth Clapauch, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia. Um sinal mais claro para a deficiência desse hormônio pode ser a falta de ereções matinais - aquelas ereções "involuntárias", que se tem ao acordar. endocrinologista Pedro Saddi, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), afirma que homens com essa característica também têm maiores chances de sofrer com infertilidade. Entretanto, os baixos níveis de testosterona por si só raramente são a única razão para ereções mais fracas - outros problemas como doenças cardíacas e diabetes, também podem estar associados.

Precisamos diagnosticar e tratar corretamente. Os especialistas também não perguntam ao homem sobre a diminuição da libido, que pode ser primeiro indício do problema”, reforça Carlos Sacomani, médico do Núcleo de Urologia do Hospital AC Camargo e membro da Sociedade Brasileira de Urologia. Reposição hormonal não é apenas para dar ereção, mas para melhorar a vida sexual do homem como um todo”, acrescenta urologista Roni de Carvalho Fernandes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *